Trinta anos de Estimulação Cerebral Profunda

O ano era 1987 e o primeiro implante de Estimulação Cerebral Profunda (DBS) era realizado na França, em uma paciente com Distonia. Para celebrar os 30 anos da terapia, os neurologistas Rubens Gisbert Cury, Valerie Fraix e Elena Moro publicaram um artigo sobre a trajetória e evolução do tratamento, na Parkinsonism and Related Disorders, uma das revistas mais populares no campo dos distúrbios de movimento.

A publicação explica que alguns meses depois do implante na paciente com Distonia, aconteceu também na França o implante de DBS em uma paciente com a doença de Parkinson, que ainda está viva e se beneficiando da terapia.

“O ano de 1987 iniciou uma nova era no tratamento de distúrbios de movimento. A ideia de usar eletrodos para estimular o cérebro não era nova. A estimulação como ferramenta para a exploração de áreas cerebrais antes da ablação foi proposta após a introdução da cirurgia estereotáxica humana no início da década de 1950”, explicam os especialistas.

A história mostra que a DBS revolucionou o tratamento dos distúrbios do movimento, mas a divulgação desta informação ainda está abaixo do ideal. O crescimento exponencial da DBS em todo o mundo não foi homogêneo nestes 30 anos, já que a terapia e os centros de pesquisa participantes foram restritos a um número limitado de países.

Até à data, cerca de 150 mil pacientes em todo o mundo foram tratados com DBS para distúrbios de movimentos incapacitantes. Devido a cooperação e trabalho em equipe de neurologistas e neurocirurgiões, o uso da terapia vem crescendo e, com o avanço tecnológico, cada vez mais doenças são tratadas com DBS. “Novas técnicas de estimulação, como o uso de eletrodos direcionais para controlar a direção da corrente através do cérebro e conduzir múltiplos contatos também estão disponíveis”.

Fale com seu médico sobre a terapia

Quando você estiver pronto para iniciar uma conversa sobre a DBS, procure um neurologista especializado em distúrbios de movimento. Um especialista nessa área tem conhecimentos aprofundados em todas as doenças que afetam os movimentos.

Se você quiser ajuda para encontrar um neurologista especializado na sua região, preencha o nosso formulário para entrarmos em contato com você: http://parkinsoneeu.com/recupere-sua-vida/. Continue aprendendo mais sobre o Parkinson aqui no nosso blog, na nossa página do Facebook e no nosso canal no YouTube.

Leia o artigo completo, em Inglês: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1353802017304303.

Fonte: R.G. Cury, et al., Celebrating thirty years of deep brain stimulation in movement disorders patients: A successful marriage between neurologists and neurosurgeons, Parkinsonism and Related Disorders (2017).

*As opiniões expressadas pelos médicos, pesquisadores e especialistas não representam, necessariamente, as opiniões do Parkinson e Eu e da Medtronic. Trate com o seu médico a sua informação para diagnóstico e tratamento. Apenas o seu médico pode determinar qual terapia é ideal para você.