Reflexologia

Existe uma evidência científica muito limitada dos benefícios da reflexologia na doença de Parkinson, e mais pesquisas são necessárias a fim de tirarmos conclusões confiáveis. Os efeitos são únicos para cada pessoa, mas muitos acreditam que ela promove o relaxamento, melhora a circulação, estimula os órgãos vitais e os processos naturais de cura do corpo. Ela também pode acelerar a eliminação de toxinas prejudiciais ao corpo e aumentar a produção de substâncias químicas naturais no cérebro.

Reflexologia pode ser útil quando usada para apoiar os tratamentos tradicionais para a doença. Por exemplo, pode estimular as glândulas salivares e canais lacrimais que são frequentemente excluídos como um resultado de fármacos, e também pode ajudar a aliviar a prisão de ventre.

Esta terapia pode não ser apropriada se você tem certas condições médicas, como epilepsia, diabetes, problemas de tireoide, doença do sangue, problemas nos pés ou está no primeiro trimestre da gravidez. Você deve sempre discutir isso com o seu médico ou com outros cuidadores de saúde antes de iniciar qualquer tratamento.