Estudantes da UFMG desenvolvem aplicativo que rastreia tremores

Um grupo de estudantes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) está desenvolvendo um aplicativo para smartphones e relógios inteligentes que prometem ser um auxílio para o tratamento da doença de Parkinson.

De acordo com a assessoria de imprensa da universidade, o aplicativo monitora os tremores e os batimentos cardíacos, regula as tomadas de medicamentos e informa os familiares sobre o estado do paciente. É uma ferramenta para melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

O aplicativo ainda está em desenvolvimento e são necessários mais estudos para que seja disponibilizado.

Vencedores em uma competição

Os estudantes participaram da competição Ultrahack 2017 Sprint II, em Helsínque, na Finlândia, um dos mais importantes eventos de inovação da Europa, que reúne estudantes do mundo todo para competir em diferentes maratonas de programação.

Eles venceram o Health Hack, cujo objetivo foi o desenvolvimento de soluções para auxiliar pacientes com doença de Parkinson por meio de estratégias de gamificação (uso de mecânicas e dinâmicas de jogos para engajar pessoas, resolver problemas e melhorar o aprendizado).

Busque ajuda

Se você quiser ajuda para encontrar um neurologista especializado na sua região, preencha o nosso formulário para entrarmos em contato com você: http://parkinsoneeu.com/recupere-sua-vida/. E continue aprendendo mais sobre o Parkinson aqui no nosso blog, na nossa página do Facebook e no nosso canal do YouTube.

Fonte: https://ufmg.br/comunicacao/publicacoes/boletim/edicao/supercondutividade-fotonica/acontece-69
http://www.otempo.com.br/interessa/sa%C3%BAde-e-ci%C3%AAncia/aplicativo-promete-ajudar-pacientes-com-doen%C3%A7a-de-parkinson-1.1554652