9 conselhos para cuidadores

Falamos muito sobre os pacientes, mas é importante também ajudar os cuidadores. Sem eles, a qualidade de vida dos pacientes seria bastante reduzida, porque é graças a esta atenção constante que os pacientes conseguem se manter a par de sua doença.

É por isso que hoje trazemos uma série de dicas úteis para os cuidadores, com o objetivo de ajudá-los nesse caminho que, às vezes, pode ser difícil. É importante que os cuidadores cuidem de si mesmos!

Confira as dicas

1. Organize-se: manter o histórico médico e todos os documentos do paciente organizados em um só lugar ajuda a simplificar muito os cuidados. Isso pode contribuir para reduzir o estresse e ser mais eficiente ao longo do tempo.

2. Acompanhe a sua saúde: é muito fácil perder o autocuidado quando se cuida de alguém. É importante reservar um dia livre no calendário, coordenando com outra pessoa que pode cuidar do paciente por um dia ou contratar um profissional que possa assumir o controle. É importante investir tempo em atividades que possam distrair a cabeça.

3. Compreenda como funciona o plano de saúde: o plano de saúde é um dos cuidados mais importante e a ferramenta do paciente. Saber tudo pode ajudar a organizar os aspectos financeiros e logísticos do atendimento ao paciente.

4. Faça parte de um grupo de suporte: é importante reconhecer que às vezes as coisas podem ficar difíceis. Procurar apoio de outros cuidadores ou especialistas é uma excelente maneira de manter um autocuidado saudável.

5. Mantenha-se atualizado sobre a doença: novas pesquisas e notícias sobre a doença são publicadas o tempo todo. Ao saber disso, você pode perguntar ao seu médico sobre as novas opções de tratamento disponíveis. Se você quer aprender sobre os avanços no Parkinson, leia o nosso blog.

6. Mudanças no relacionamento: quando alguém se torna cuidador de um paciente, a relação entre essas duas pessoas é alterada. O acompanhamento com um especialista pode ser muito útil, caso seja necessário.

7. Observe os sintomas e relate as mudanças: às vezes os pacientes não percebem todas as coisas que acontecem com eles e o cuidador pode percebê-los com mais clareza. É muito importante manter o médico ciente das mudanças que ocorrem, porque ele é quem define as diretrizes para o tratamento e quem pode ajudá-los.

8. Promova a independência: este ponto pode ser um dos mais difíceis para muitos cuidadores, porque representa uma ideia que pode parecer oposta de cuidar. No entanto, é importante entender que cuidar não significa fazer tudo para a outra pessoa, mas ajudá-la no que ela não pode fazer por causa de sua doença. O paciente deve se sentir capaz de lidar com o máximo de coisas possíveis e aprender a pedir ajuda quando necessário.

9. Preserve a comunicação: é importante conversar com o paciente constantemente sobre suas necessidades, expectativas e experiências com a doença.

Busque ajuda

Se você quiser ajuda para encontrar um neurologista especializado na sua região, preencha o nosso formulário para entrarmos em contato com você: http://parkinsoneeu.com/recupere-sua-vida/. E continue aprendendo mais sobre o Parkinson aqui no nosso blog, na nossa página do Facebook e no nosso canal do YouTube.

Fonte: https://parkinsonsnewstoday.com/2018/03/15/10-tips-parkinsons-disease-caregivers/

*As opiniões expressadas pelos médicos, pesquisadores e especialistas não representam, necessariamente, as opiniões do Parkinson e Eu e da Medtronic. Trate com o seu médico a sua informação para diagnóstico e tratamento. Apenas o seu médico pode determinar qual terapia é ideal para você. A Medtronic mantém um cadastro geral de profissionais de diversas especialidades, e o recebimento desses dados não configura indicação, devendo sempre o paciente consultar a rede referenciada do plano de saúde, hospital de preferência ou realizar pesquisa pessoal de qualificação e adequação.