O futuro da Estimulação Cerebral Profunda – Dr. Alfonso Fasano

Entrevista com Dr. Alfonso Fasano, MD, PhD* O seguinte texto foi parafraseado de uma entrevista com o Dr. Alfonso Fasano em 12 de dezembro de 2017. Nesta entrevista, o médico fala sobre o progresso dos tratamentos para o Parkinson e o que tem sido feito em termos de pesquisa para o futuro.

A próxima pesquisa do Parkinson será realizada no espaço

No dia 14 de agosto de 2017, a NASA lançou o foguete Falcon 9 da empresa SpaceX, levando a bordo todos os tipos de suplementos para a Estação Espacial Internacional. Na bagagem há uma amostra da proteína LRRK2, que será usada especialmente para o estudo das contribuições genéticas da mesma na doença de Parkinson.

Trinta anos de Estimulação Cerebral Profunda

O ano era 1987 e o primeiro implante de Estimulação Cerebral Profunda (DBS) era realizado na França, em uma paciente com Distonia. Para celebrar os 30 anos da terapia, os neurologistas Rubens Gisbert Cury, Valerie Fraix e Elena Moro publicaram um artigo sobre a trajetória e evolução do tratamento, na Parkinsonism and Related Disorders, uma das revistas mais populares no …

Parkinson e Câncer: existe alguma relação?

No Dia Nacional de Combate ao Câncer (27 de novembro) deve ser ressaltada a notícia de que a doença de Parkinson não é ligada à absoluta maioria dos tipos de câncer, inclusive com redução do risco de alguns tipos, especialmente os ligados a exposição ao tabaco. (Moller, 1995)

10 sinais de alerta da doença de Parkinson

Pode ser difícil dizer se você ou um ente querido tem a doença de Parkinson. A Fundação Nacional de Parkinson dos Estados Unidos listou os 10 sinais mais comuns da condição. Lembre-se que nenhum desses sinais significa que você deve se preocupar, mas sim que você deve marcar uma consulta para falar com seu médico.

Parkinsonismos Atípicos

Parkinsonismos Atípicos

O parkinsonismo é o nome genérico dado a um grupo de condições que apresentam as principais características do Parkinson – tremores, rigidez dos músculos, problemas de mobilidade e bradicinesia (lentidão do movimento).

Sintomas Não-motores

Sintomas não-motores do Parkinson

A doença de Parkinson é uma condição que afeta o sistema nervoso e as estruturas para o movimento. Por esta razão, a maioria dos sintomas são visíveis, tais como o tremor e a rigidez. Entretanto, os médicos estão reconhecendo cada vez mais a presença e efeitos de outros sintomas, chamados “sintomas não-motores” ou “dopamina não-responsivos”. Estes sintomas são comuns e …