Parkinson e Câncer: existe alguma relação?

No Dia Nacional de Combate ao Câncer (27 de novembro) deve ser ressaltada a notícia de que a doença de Parkinson não é ligada à absoluta maioria dos tipos de câncer, inclusive com redução do risco de alguns tipos, especialmente os ligados a exposição ao tabaco. (Moller, 1995)

10 sinais de alerta da doença de Parkinson

Pode ser difícil dizer se você ou um ente querido tem a doença de Parkinson. A Fundação Nacional de Parkinson dos Estados Unidos listou os 10 sinais mais comuns da condição. Lembre-se que nenhum desses sinais significa que você deve se preocupar, mas sim que você deve marcar uma consulta para falar com seu médico.

Parkinsonismos Atípicos

Parkinsonismos Atípicos

O parkinsonismo é o nome genérico dado a um grupo de condições que apresentam as principais características do Parkinson – tremores, rigidez dos músculos, problemas de mobilidade e bradicinesia (lentidão do movimento).

Sintomas Não-motores

Sintomas não-motores do Parkinson

A doença de Parkinson é uma condição que afeta o sistema nervoso e as estruturas para o movimento. Por esta razão, a maioria dos sintomas são visíveis, tais como o tremor e a rigidez. Entretanto, os médicos estão reconhecendo cada vez mais a presença e efeitos de outros sintomas, chamados “sintomas não-motores” ou “dopamina não-responsivos”. Estes sintomas são comuns e …

Estágios do Parkinson

Estágios do Parkinson

Assim como outras doenças progressivas, o Parkinson é categorizado em diferentes estágios. Cada um deles explica o desenvolvimento da doença e os sintomas que um paciente está enfrentando. O sistema de estadiamento mais utilizado é o sistema Hoehn e Yahr, que concentra quase que exclusivamente nos sintomas motores.

Distúrbios do Sono

Distúrbios do sono podem indicar futuras doenças cerebrais

Uma nova pesquisa se baseou em identificar as relações entre distúrbios do sono e as doenças neurodegenerativas, incluindo a doença de Parkinson. O Dr. John Peever, da Universidade de Toronto, explicou como sua equipe descobriu que o movimento rápido dos olhos (conhecido como REM*) enquanto você está dormindo pode ser um indicador de futuras doenças neurológicas.

Discinesia

Tudo o que você precisa saber sobre a discinesia

Inicialmente, os tratamentos para o Parkinson podem funcionar muito bem, mas ao longo do tempo podem surgir efeitos colaterais. Se você estiver tomando medicamentos por algum tempo, você pode experimentar “desgaste” ou flutuações motoras. A discinesia faz parte desse grupo de efeitos colaterais, que são geralmente considerados como sintomas, mas são de fato resultados dos medicamentos.