Cientistas conseguem reverter sintomas do Parkinson em Ratos

Cientistas conseguiram reverter os sintomas do Parkinson em ratos ao modificar os astrócitos, um tipo de célula abundante no cérebro para fazê-los se comportar como neurônios. A conversão permitiu restaurar a produção de dopamina nos animais. Os astrócitos existem no cérebro em quantidade muito maior do que os neurônios. Eles exercem funções vitais para o funcionamento dos neurônios, como a …

Diferença entre Parkinson e Alzheimer

Para o leigo, informações técnicas, sejam elas sobre astronomia ou mecânica de automóveis, podem soar como línguas estrangeiras intangíveis. A medicina obviamente não foge dessa regra, contando com o agravante de que essa área usa frequentemente nomes próprios (epônimos) para designar sintomas e principalmente doenças.

Estudo com medicamento para Diabetes em pacientes com Parkinson

Um estudo da Universidade de Londres sugere que um medicamento que normalmente é usado para tratar diabetes pode ter potencial para ajudar os pacientes com Parkinson. A possibilidade de usá-lo de forma eficaz e segura em pacientes está sendo testada neste momento.

Projeto de Lei para política de atendimento ao portador de Parkinson em Minas Gerais

O Projeto de Lei 4485/2017 que dispõe sobre a política de atendimento ao paciente com doença de Parkinson no Estado de Minas Gerais e estabelece diretrizes para atenção a ele, está em Tramitação Parlamentar na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, desde de sua data de apresentação no Diário do Legislativo, em 11 de agosto de 2017.

O futuro da Estimulação Cerebral Profunda – Dr. Alfonso Fasano

Entrevista com Dr. Alfonso Fasano, MD, PhD* O seguinte texto foi parafraseado de uma entrevista com o Dr. Alfonso Fasano em 12 de dezembro de 2017. Nesta entrevista, o médico fala sobre o progresso dos tratamentos para o Parkinson e o que tem sido feito em termos de pesquisa para o futuro.